"A Forma da Água" faturou o prêmio de Melhor Filme de 2017

O filme ganhou 4 estatuetas, incluindo Melhor Filme e Diretor (Guillhermo del Toro). Dunkirk levou 3 prêmios. Gary Oldman e Frances McDormand, melhores Ator e Atriz.

Cb image default
Divulgação

"A forma da água" foi premiado como Melhor Filme no Oscar 2018 e com outras três estatuetas, em noite de prêmios divididos. A cerimônia aconteceu na noite deste domingo (4), em Los Angeles.

A premiação teve vários feitos inéditos: vencedor mais velho, primeiro vencedor estrelado por trans, primeiro roteiro original de um negro... "Se esta noite você é um candidato que não está fazendo história, que pena para você", brincou o apresentador Jimmy Kimmel.

Veja os principais fatos abaixo, um resumo da noite e a lista completa de vencedores no final.

 - "A forma da água" ganhou quatro prêmios. O drama mostra a relação de uma mulher muda e uma criatura misteriosa.

 - "Dunkirk" teve três estatuetas. "O destino de uma nação", "Blade Runner 2049" e "Três anúncios para um crime" levaram dois.

 - Guillhermo del Toro garantiu a quarta vitória de um diretor mexicano nos últimos cinco anos por "A forma da água".

 - Gary Oldman foi Melhor Ator por "O destino de uma nação" e Frances McDormand foi a Melhor Atriz por "Três anúncios para um crime".

 - A cerimônia teve vários discursos sobre inclusão e representação em Hollywood. Frances McDormand convidou todas as mulheres indicadas na premiação a ficarem de pé.

 - "Uma mulher fantástica" se tornou o primeiro filme estrelado por uma pessoa transexual a levar um Oscar. O longa chileno com Daniela Vega foi o Melhor Filme Estrangeiro.

 - Com 89 anos, James Ivory virou o ganhador mais velho de um Oscar na história pelo roteiro adaptado de "Me chame pelo seu nome".

 - Jordan Peele se tornou o primeiro negro a ganhar o Oscar de Roteiro Original, por "Corra!".

 - O diretor de fotografia Roger Deakins, de 68 anos, finalmente saiu da fila ao ganhar seu primeiro Oscar na 14ª indicação.

 - Até Kobe Bryant, jogador de basquete, levou seu Oscar, pelo curta "Dear Basketball". Ele é roteirista e narrador do filme.

 - Após a gafe no ano passado, os envelopes deram pouco espaço para erros. O nome de cada categoria aparecia em tamanho gigante. Funcionou: sem desastre deste tipo em 2018.